segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

TEMAS DO TCC 2016

TEMAS DO TCC 2016.
Poluição eletromagnética
Alterações do clima
Eutanásia
Homofobia
Trafico de pessoas
Historia da política
Historia da educação brasileira
Feminismo
Redemocratização: final da ditadura militar e a geração coca cola (anos80)
Historia da música
Influencia da cultura americana no Brasil
Destruição da cultura indígena
Medicina alternativa
Exploração do espaço
Causas da overdoses
Masoquismo juvenil
Idéias positivistas
Direção consciente
A Opus Dey
Maçonaria no Brasil
Zika vírus
Historia dos jogos olímpicos
Holocausto
Volta do racismo no mundo
Abuso sexual
Partidos políticos brasileiros
Desastres ambientais e suas conseqüências
A violência infantil e com os idosos
Cotas raciais
Mayas e sua cultura
Migração estrangeira
Hidrogênio o combustível do futuro
Lixo eletrônico
A formação das novas famílias
Adoção e suas conseqüências
Epilepsia- causa e conseqüência
Esquizofrenia doença de jovem
Uso de terapia em animais
Os OVNIS
Mitologia grega
Despreparo de policiais
Mundo sustentável
Guerra e globalização

Guerra civil americana e o surgimento das Ku Klux Klan

Einstein no Ceará - As aventuras e desventuras de uma teoria arretada nos confins do sertão

Luiz Romero
Correndo pelo espaço, a Lua surgiria entre o Sol e a Terra. Projetaria uma sombra imensa sobre o planeta. E seguiria seu caminho. Parecia apenas outro eclipse. Exceto para quatro ingleses: fazia horas que eles olhavam para o céu, apreensivos. Divididos em dois grupos, o primeiro numa ilha da costa da África e o segundo numa cidade do nordeste do Brasil, torciam para que o brilho da constelação de Touro, ajudado pela escuridão, superasse as nuvens e chegasse às câmeras. O experimento não poderia dar errado. Dependia dele a comprovação de um dos maiores feitos da mente humana. Uma teoria que unificava tempo e espaço, energia e matéria, velocidade e gravidade, que reformulava um arcabouço de leis incompletas para desenhar um novo Universo, mais elegante e racional. Depois de 29 de maio de 1919, os africanos não desconfiavam, os brasileiros também não, mas o mundo nunca mais giraria como antes.

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Tabela periódica ganha quatro novos elementos químicos

Tabela periódica ganha quatro novos elementos químicos

A tabela períodica ganhou quatro novos elementos químicos, conforme anunciado pela União Internacional de Química Pura e Aplicada (IUPAC). Por enquanto, os elementos são identificados por nomes temporários e pelos números atômicos 113, 115, 117 e 118, mas deverão ganhar nomes e símbolos permanentes. A IUPAC convidou os descobridores dos elementos do Japão, Rússia e Estados Unidos para apresentarem sugestões.
A tabela periódica é uma forma de organizar todos os elementos químicos conhecidos de acordo com suas propriedades e de mostrar algumas informações sobre eles. Com a tabela, é possível prever as características e propriedades desses elementos.
Os nomes e símbolos propostos serão verificados pela Divisão de Química Inorgânica da IUPAC quanto a coerência, possibilidade de tradução para outras línguas e possibilidade de uso prévio em outros casos. Os novos elementos podem ser batizados, por exemplo, em referência a conceitos mitológicos, minerais, lugares ou países e até mesmo em homenagem a algum cientista.
Após a aprovação da Divisão, os nomes e símbolos de duas letras serão apresentadas para análise do público por cinco meses, antes do mais alto órgão de IUPAC, o Conselho, tomar uma decisão final sobre os nomes que serão introduzidos na Tabela Periódica dos Elementos.
Os nomes e símbolos temporários são ununtrium (Uut-113), ununpentium (Uup-115), ununseptium (Uus-117) e ununoctium (Uuo-118).

quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Os avanços tecnológicos na química analítica: sucessos e desafios

Os avanços tecnológicos na química analítica: sucessos e desafios

Quezia B. Cass
Juliana Cristina Barreiro


Quando pensamos em estratégias usadas no desenvolvimento de fármacos, notamos de imediato os avanços tecnológicos alcançados em todas as áreas da análise farmacêutica e biomédica. O desenvolvimento de uma nova entidade molecular bioativa envolve processos complexos e interdisciplinares, que demandam a participação de pesquisadores das mais diversas áreas em atuação conjunta: desde o químico de produtos naturais ao químico orgânico sintético, passando por farmacologistas, químicos medicinais, farmacêuticos, toxicologistas etc. Todos são essenciais nesse processo e todos trabalham em parceria com o químico analítico (1).
AS NOVAS PLATAFORMAS ANALÍTICAS O uso de pequenas moléculas tem sido fundamental para o entendimento dos processos biológicos. Os produtos naturais são coleções combinatórias com alta diversidade estrutural e têm sido usados com sucesso para pesquisa em biologia química. Na prospecção por moléculas bioativas, os avanços tecnológicos que proporcionaram a hifenação das técnicas de separação às técnicas de espectrometria de massa (MS) e ressonância nuclear magnética (NMR), permitem a identificação estrutural completa (ou parcial), on-line, de misturas complexas. Com isso, evita-se, portanto, a perda de tempo com isolamentos de compostos de baixo interesse estrutural e/ou de atividade biológica, além de se permitir a caracterização de compostos lábeis e/ ou voláteis de difícil isolamento (2-4).

Veja as melhores descobertas cientificas de 2015

O que os cientistas descobriram em 2015? 

Veja as melhores descobertas cientificas desse ano

                           Antecipar uma descoberta é um ato que pouca gente na ciência tem a ousadia de tentar antecipar. Os especialistas têm opinião aguçada sobre onde e quais áreas são mais bacanas para uma novidade de destaque. E isso pode ser uma linha antiga de trabalho que possa estar se aproximando de seu auge de conquistas realizadas, uma nave espacial que chega a seu destino que pode obter novas informações sobre o universo e por aí vai.A equipe da revista científica Nature arriscou o palpite e fez sua previsão para o próximo ano. Em seu texto “O que esperar na ciência em 2015”, coordenado por Elisabeth Gibney, a publicação aposta no superacelerador de partículas LHC como primeiro candidato a aprofundar o conhecimento do universo, entre uma dezena de temas científicos que valem muito a pena ser acompanhados, como a mudança climática, o fim da epidemia de ebola, os novos medicamentos contra o colesterol, a chegada de uma nave especial a Plutão ou o genoma dos humanos de Atapuerca.

sábado, 30 de maio de 2015

ETAPAS PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS

CAPA

   Nome


Título
Matéria


Cidade
ano





ETAPAS PARA COMPOSIÇÃO DE UM TRABALHO
 Capa:
A capa inicial contém apenas três elementos:
No alto da página o nome do autor;
No centro da página o título do trabalho e a matéria;
Embaixo a cidade e o ano.
A capa final não possui nenhuma informação.
Introdução:
Deve manifestar as intenções e os objetivos do trabalho enunciando seu tema. Lendo a introdução, devemos nos sentir esclarecidos a respeito do trabalho.
Desenvolvimento:
Corresponde ao corpo do trabalho. Devemos sempre obedecer a um critério histórico, período, ordem de itens e outros.
Usar anexos (fotos, gráficos, desenhos e ou figuras) no corpo do trabalho, ou antes, das referências bibliográficas.
Conclusão:
É o resultado do trabalho; deverá manifestar seu ponto de vista sobre o tema pesquisado.
Bibliografia:
Relação das fontes pesquisadas (livros, revistas, jornais, internet e outras), deverá ser apresentada em ordem alfabética.
Normalmente a referência bibliográfica é iniciada com o sobrenome do autor (letras maiúsculas), os outros nomes vêm abreviados; nome da obra, edição, local da publicação, editora e data de publicação; e número de páginas.
Obs.: o número total de páginas vem acompanhado da abreviatura p. (ex.: 350 p.)
 No caso da utilização de um texto apenas, o número de páginas é iniciado da seguinte maneira: ex. p. 25 – 30
Sugestões de expressões no corpo do trabalho
Introdução:
Este trabalho tem por objetivo ...../O presente trabalho busca ......./A pesquisa realizada visa .........
Conclusão:
Com o presente trabalho concluiu-se que ..../Com base nos dados observou-se ../
A partir do estudo de .......... obteve-se .............
EXEMPLOS DE REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFIAS
Livros
Devem conter os seguintes elementos:
Autor (es), em maiúsculas.
Título do livro, em itálico ou sublinhado ou negrito.
Edição do livro
Cidade da editora, seguida de dois pontos (":").
Nome da editora.
Ano da publicação.
Número total de páginas.
Livro como um todo
APPOLINARO, U.J. Procedimentos laboratoriais em patologia experimental. Rio de Janeiro: Universidade Federal Fluminense, 1945. 125p.
VERO, L.K. Reprodução de eqüinos. 3.ed. São Paulo: Varela, 1987. 2v.
Obs.: a) Note que a grafia correta é 3.ed. e não 3a. ed. /b) 987p. = 987 páginas no total
                  c) 2v = obra em dois volumes.
Internet e CD-ROM
O uso da Internet como fonte de material bibliográfico tem crescido a cada ano. Entretanto, apesar da sua comodidade, este tipo de material deve ser usado com bastante parcimônia, devido a dois motivos: o primeiro é que se trata de informação volátil, isto é, pode ser retirada da Internet a qualquer momento. O segundo motivo é que não se trata de informação arbitrada, isto é, não foi submetida a um consultor editorial, como ocorre nos periódicos.
A NBR 6023 recomenda que seja explicitado o endereço do site (URL) e a data de acesso. Exemplos:
Internet
APPOLINARO, A.L. Casos de tuberculose na Bacia Amazônica. Disponível em . Acesso em: 25 jan. 1998.
CD-ROM
GREEN, R.W. Sport and disease. New York: Lippincott-Raven, 1998. 1 CD-ROM.
AVALIAÇÃO
No final de cada trabalho será avaliado além do conteúdo pertinente ao tema, o respeito às normas aplicadas.

MODELO DE PRÉ PROJETO PARA TCC

MODELO DE PRE PROJETO TCC 2015



SÍMBOLO DO ESTADO OU INSTITUIÇÃO FIGURA
Governo do Estado de São Paulo ou Faculdade
Secretaria da Educação
Tamanho 18 time









NOMES DOS AUTORES
Tamanho 18 time






Orientadora: Prof
Coordenadora: Profa.Nadia Barra Rosa Camargo
Tamanho 12 time- negrito





TITULO
Tamanho 16 time







PINDAMONHANGABA – SP
2013.
Tamanho 12 time








NOME (S) DO ACADÊMICO (S)

(Tamanho 14 Arial ou Times  sem negrito)

















TEMA

Tamanho Arial ou Times 12 em negrito somente o título/ subtítulo sem Negrito



Pré-projeto apresentado na Disciplina de Trabalho de Conclusão de Curso como requisito básico para a Conclusão de Curso do Ensino Médio.


Orientador (a):
(Tamanho arial ou times 10/ Recuo 4 cm)










PINDAMONHANGABA – SP
2015.

(Tamanho Arial ou Times 12 sem negrito)



SUMÁRIO




1. INTRODUÇÃO – TEMA E PROBLEMATIZAÇÃO................................................ 6

2. JUSTIFICATIVA.......................................................................................................... 7

3. OBJETIVOS.................................................................................................................. 8

3.1 GERAL........................................................................................................................ 8

3.2 ESPECÍFICOS............................................................................................................ 8


4. REFERENCIAL TEÓRICO......................................................................................... 9


5. METODOLOGIA DA PESQUISA............................................................................ 10


6. CRONOGRAMA......................................................................................................... 11


REFERÊNCIAS............................................................................................................... 12


(Tamanho 12 arial ou times em negrito os títulos – subtítulo sem negrito)








I.                   INTRODUÇÃO
Introdução é a apresentação rápida do assunto abordado e seu mérito. É uma seção na qual se aguça a curiosidade do leitor, na qual se tenta vender-lhe o projeto. É adequado terminar com a formulação do problema, sob a forma de pergunta.

II.                CONCEITOS E MÉTODOS.

2.1     TEMA:
2.2     PROBLEMA
III.              
Problematização é a transformação de uma necessidade humana em problema. Segundo Popper (1975), toda discussão científica deve surgir com base em um problema ao qual se deve oferecer uma solução provisória a que se deve criticar, de modo a eliminar o erro. É uma questão não resolvida, é algo para o qual se vai buscar resposta, via pesquisa.
2.3 QUESTÕES CENTRAIS DE ESTUDO
2.4 METODOLOGIA
 Metodologia significa estudo do método. Método é um procedimento, ou melhor, um conjunto de processos necessários para alcançar os fins de uma investigação. É o procedimento geral. É o caminho percorrido em uma investigação. Mostra como se irá responder aos objetivos estabelecidos. Deve se ajustar aos objetivos específicos. Envolve a definição de como será realizado o trabalho.
A metodologia deve apresentar: O tipo de pesquisa − universo e Amostra Instrumentos de coletas de dados − Método de análise
             Todos os tópicos devem ser elaborados dentro das Normas da ABNT















2.5 CRONOGRAMA

        
ETAPAS
MARÇO
2015
ABRIL
2015
MAIO A SETEMBRO
2015
OUTUBRO 2015
NOVEMBRO 2015
Escolha do tema

X



Elaboração do plano de trabalho

X



Levantamento bibliográfico

X
X


Seleção

X
X


Obtenção do material bibliográfico

X
X


Leitura e fichamento

X
X


Análise e interpretação



X

Redação da pesquisa bibliográfica



X

Digitação



X

Apresentação final




X

III.      OBJETIVO
Refere-se à indicação do que é pretendido com a realização do estudo ou pesquisa e quais os resultados que se pretende alcançar. Define o que se quer fazer na pesquisa. Os objetivos devem ser redigidos com verbos no infinitivo, exemplo: caracterizar, identificar, compreender, analisar, verificar.
3.1 GERAL (sem negrito tamanho 12)
Procura dar uma visão global e abrangente do tema, definindo de modo amplo, o que se pretende alcançar. Quando alcançado dá a resposta ao problema.
3.2 ESPECÍFICOS (sem negrito tamanho 12)
Tem função intermediária e instrumental, ou seja, tratam dos aspectos concretos que serão abordados na pesquisa e que irão contribuir para se atingir o objetivo geral. É com base nos objetivos específicos que o pesquisador irá orientar o levantamento de dados e informações.
IV.             JUSTIFICATIVA
Justificar é oferecer razão suficiente para a construção daquele trabalho. Responde a pergunta por que fazer o trabalho, procurando os antecedentes do problema e a relevância do assunto/tema, argumentando sobre a importância prático teórica, colocando as possíveis contribuições esperadas.
V. CONTRIBUIÇÃO PARA O ENSINO REFERENCIAL TEÓRICO.


V.                REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS